Terça-feira, 6 de Outubro de 2009
Uma Terra Sem Gente, Para Gente Sem Terra

Centro Cultural Vila Flor acolhe exposição “Uma Terra Sem Gente, Para Gente Sem Terra” de Nuno Coelho e Adam Kershaw até 01 de Novembro. Debate a 17 de Outubro.

 

O Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, acolhe a exposição “Uma Terra Sem Gente, Para Gente Sem Terra”, de Nuno Coelho e Adam Kershaw, composta por posters de grande formato, com desenhos de contorno a preto-e-branco que convidam os visitantes a preencher de cor usando os lápis para o efeito.

Os posters mostram diversos mapas e gráficos, assim como desenhos realizados a partir de fotografias recolhidas na viagem de um mês que Nuno Coelho e Adam Kershaw realizaram à Palestina em 2006, onde tiveram um contacto íntimo com a complexa situação da região. Com esta intervenção artística, Nuno Coelho e Adam Kershaw traduzem em narrativas as tensões sociais que fazem parte do quotidiano daquela região onde três continentes colidem, propondo uma nova abordagem de pensamento sobre o conflito Israel-Palestina, assim como um olhar crítico mas também irónico, que poderá mostrar o absurdo da situação presente.

Essa sensação de absurdo é enfatizada ao falar da actual situação social e política recorrendo a um imaginário e uma linguagem infantil. O trabalho vai ao encontro da opinião dos autores que crêem que apesar de haver um discurso global sobre a Palestina, poucas pessoas conseguem ver além das imagens e títulos chocantes gerados pelos media e compreender os princípios básicos do conflito.

Integrada na programação do Serviço Educativo do Centro Cultural Vila Flor, esta exposição destina-se ao público de todas as idades. A entrada é livre. “Uma Terra Sem Gente, Para Gente Sem Terra” está patente até ao dia 01 de Novembro. Pode ser visitada de terça a sábado, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 19h00, e aos domingos e feriados das 14h00 às 19h00.

Ainda no âmbito da exposição será realizado um debate no próximo dia 17 de Outubro, às 18h00, com a presença dos criadores do projecto, em simultâneo com a apresentação do livro “Uma Terra Sem Gente, Para Gente Sem Terra”. O livro reproduz, num novo contexto, os conteúdos da exposição com o mesmo nome, sendo estes complementados com registos documentais de todo o seu processo de produção. Para além disso conta com ensaios e respostas críticas escritas por diferentes personalidades internacionais provenientes de um variado leque de áreas profissionais onde se incluem, entre outras, a Arte, o Design, o Jornalismo, a Política e a Sociologia.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Mais sobre este Blog
Pesquisar neste Blog
 
Newsletter

Escreva o seu e-mail:

Distribuido por FeedBurner

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Posts Recentes

Troilo e Créssida no Thea...

Eunice para Crianças

Client na Casa das Artes

Festival Panos

A Naifa no CCVF

...

Exposição 'Bienal na Esco...

...

Carlos Macedo na Casa das...

Semana da Educação na Póv...

Arquivos

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

tags

todas as tags

Contador
blogs SAPO
subscrever feeds