Quinta-feira, 30 de Abril de 2009
Festival Internacional de Tunas Universitárias

Festival Internacional de Tunas Universitárias - FITU BRACARA AVGVSTA - na sala principal do Theatro Circo, dias 01 e 02 de Maio, amanhã e Sábado, às 21h30.
 

O FITU assume-se como um dos mais importantes festivais do país e um dos mais reputados da Península Ibérica. Desde a primeira hora, traçaram-se objectivos que o distinguem das outras organizações congéneres, procurando que a saudável competição não se sobreponha ao convívio entre as tunas participantes.

Quarta-feira, 29 de Abril de 2009
Celebrar Abril

Decorre até 14 de Maio, na Galeria da Junta de Freguesia de S. Victor, a exposição de filatelia intitulada Celebrar Abril.

  

O coleccionador José Rodrigues do Núcleo Filatélico e de Coleccionismo de Braga apresenta um interessante conjunto de selos da sua vasta colecção, pretendendo-se com esta iniciativa homenagear o espírito que presidiu ao 25 de Abril em Portugal.

A exposição de filatelia intitulada Celebrar Abril está patente até 14 de Maio na Galeria da Junta de Freguesia de S. Victor.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Terça-feira, 28 de Abril de 2009
Feira do Livro de Braga

Decorre até 03 de Maio, na grande nave do Parque de Exposições de Braga, a 18.ª Feira do Livro de Braga.

 

 
A aposta da organização é dar continuidade a um projecto que ao longo da sua existência se afirmou pelo seu indiscutível valor, amplamente reconhecido ano após ano pelos principais intervenientes - agentes económicos, culturais e público em geral.

 

 

Horário

Dias úteis: das 17h00 às 23h00
Sextas-feiras e véspera de feriado: das 17h00 às 24h00
Sábados e domingos: das 15h00 às 24h00
Dia 03 de Maio: das 15h00 às 20h00

tags:
Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 27 de Abril de 2009
Barulhada

Dia 28, às 11h00 e às 15h00, e dia 29, às 15h00 e 19h00, na Sala Principal do Theatro Circo, Barulhada, uma peça, uma bailarina.

 

 
“Barulhada” é uma peça criada para uma bailarina em conjunto com dois músicos, uma baterista e um baixista. A peça consiste numa bailarina que faz barulho com o corpo, ou seja, conforme ela mexe, cada movimento tem um som específico, o que faz com que o corpo dela faça musica. Quis criar como que uma ilusão, mas uma ilusão destapada, pois os músicos tocam ao vivo e podemos ver que não é o corpo da bailarina que faz barulho, mas sim os instrumentos dos músicos. Desta forma também podemos observar como os músicos e a bailarina trabalham a coordenação e a exactidão, para que tudo possa funcionar, que possamos imaginar e quase acreditar que é o corpo da bailarina que faz o som. No final de cada récita haverá um workshop onde se pretende dar a conhecer às crianças o modo como o espectáculo foi construído.
Coreografia: Tânia Carvalho | Intérpretes: Maria João Rodrigues, Bruna Carvalho e José Iglesias | Música: Bruna Carvalho e José Iglesias | Luzes: Mônica Coteriano | Figurinos: Aleksandar Protich | Produção: Bomba Suicida | Co-produção: Teatro
Camões.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 26 de Abril de 2009
Nan Goldin

A Galeria Mário Sequeira tem em exposição até 04 de Maio uma mostra da fotógrafa americana Nan Goldin.

 

A exposição integra quarenta trabalhos representativos de várias fases do trabalho da Artista.

Nan Goldin (1953), de nacionalidade Norte-americana vive e trabalha em Nova Iorque e é uma das mais prestigiadas fotógrafas da actualidade. O seu trabalho foi já apresentado em inúmeras exposições individuais. Destacam-se as exposições realizadas no Museum of Modern Art, Nova Iorque, Centro Georges Pompidou, Paris, no Centro de Arte Reina Sofia, Madrid, no Museu de Serralves, no Castello di Rivoli, Turim, no Tokyo Metropolitan Museum of Photography, Tóquio, no Whitney Museum of American Art, Nova Iorque, no Centre d'Art Contemporain, Genebra, e no New Orleans Museum of Art NOMA, Nova Orleães, entre outros.

“Nan Goldin é uma apaixonada historiadora do amor na era da sexualidade fluida, do glamour, da beleza, da violência, da morte, da intoxicação e da farsa. Uma atenção invulgar e atracção pelo drama e pelos lugares comuns da vida estruturam as suas fotografias.
Tendo recebido uma câmara quando era adolescente, Goldin começou imediatamente a fotografar os que a rodeavam – um gesto bastante simples mas que se combinou com um sentido de história. Ao capturar o presente, Goldin sabia, instintivamente, que aquele registo acabaria por produzir um passado. A partir do fluxo da experiência, captura momentos que, cumulativamente, contam histórias de amor, de amizade, de desejo e das suas ressacas. A sua câmara congela as idas e as vindas da experiência social do desejo; o amor e o ódio nas relações íntimas; momentos de isolamento, auto-revelação e adoração. No trabalho de Goldin, a vastidão da experiência condensa-se em incidentes recordados: o fluxo e o tempo da vida podem ser capturados em imagens dos dias e das noites de pessoas conhecidas. Apesar de uma imagem isolada poder ser devastadora na sua intensidade e beleza, tal como um novelista ou um realizador de cinema, ela pensa simultaneamente em imagens isoladas e em sequências de imagens interligadas que formam uma narrativa. Tendo intuitivamente desenvolvido o seu ponto de vista a partir de instantâneos dos seus amigos, Goldin encontrou no igualmente amador passatempo dos diapositivos a resposta para a sequenciação e edição de imagens. E descobriu então que o seu interesse pela fotografia residia na criação de narrativas imagéticas.
Ao longo da sua carreira, Goldin registou também espaços sem pessoas: paisagens, cenas urbanas e interiores. Seguindo uma tradição da Fotografia que deixa o espaço físico funcionar como metáfora de um estado de espírito, Goldin elaborou um caminho alternativo baseado nas suas próprias viagens pela vida. De várias maneiras, utiliza o vazio destes espaços como uma metáfora da perda.
Nan Goldin é uma retratista de almas. Vê através dos olhos dos seus retratados, em ambas as direcções, e a sua visão inclui amigos, amantes, artefactos, roupa, quartos: o contexto da alma. Ela revê-se nos seus temas; as portas entre a sua vida e o seu trabalho estão sempre abertas de par em par.”
Fontem - Galeria Mário Sequeira

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sábado, 25 de Abril de 2009
Multiplicidades

Multiplicidades, exposição de fotografia, até dia 30, na Velha-a-Branca - Estaleiro Cultural 
 

A Velha-a-Branca tem em exposição até dia 30 a mostra de fotografia 'Multiplicidades' por Adriana Santos, Diana Abreu, Miguel Costa e Renato Silva.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sexta-feira, 24 de Abril de 2009
O Sabor da Maçã

Instalação O sabor da maçã, de João f Catalão, até dia 30, na Centésima Página. 

Homenagem sentida a António Alçada Baptista que neste mês do livro encontra na Centésima Página a sua morada tipográfica.

Com ecos da sua presença na galeria, na cafetaria e na montra.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Quinta-feira, 23 de Abril de 2009
Rão Kyao: "Homenagem a Zeca e a Abril"

Rão Kyao: "Homenagem a Zeca e a Abril", dia 25, Sábado, às 22h00, no Grande Auditório da Casa das Artes, Famalicão.

 

Rão Kyao apresenta através das suas flautas de Bambu, com os magníficos arranjos a Oriente, sonoridade tão particular deste músico, uma homenagem à música tradicional Portuguesa e a Zeca Afonso.
Neste espectáculo tão particular Rão Kyao faz-se acompanhar de vários instrumentistas. A flauta adopta aqui uma das suas características mais marcantes, ou seja, a sua ligação profunda á voz humana e nesse contexto “canta” esta musica que tanto nos toca no nosso mais intimo. O repertório passa pela música tradicional, são temas originais e incursões ocasionais no nosso folclore de onde esta música derivou, e composições de Rão Kyao e de Zeca Afonso, com a influência evidente da música Oriental, que modelou tanto do estilo do músico como solista.
Rão é um músico com um percurso estético invulgar conseguido ao longo da sua vasta carreira. É uma das mais criativas e carismáticas figuras da música em Portugal.
Ao longo de uma carreira que já dobrou a vintena de anos, o lisboeta Rão Kyao tem-se distinguido pela sua persistente vontade em redescobrir o Oriente. Fazendo uso da flauta de bambu, que se tornou o instrumento de eleição, foi encontrando inspiração na música indiana, árabe, e, nas músicas do mundo. Restabelecendo o elo de sonoridades, entre a tradição musical portuguesa e a música a Oriente.
Os vários álbuns que editou indiciam de forma muito clara, a intenção expressa de a cada passo, redescobrir as raízes da música tradicional portuguesa, não temendo, o confronto com as suas fontes primordiais.
Começou pelo Jazz "Malpertuis", inspirou-se na música indiana "Goa", juntou-se às guitarras e fez o seu grande sucesso "Fado Bailado", que foi disco de platina. Numa nova viagem ao oriente, materializou o encontro com a Orquestra Chinesa de Macau, quando da entrega do território á China. O espectáculo foi transmitido para todos os países do mundo, através do canal Norte-Americano CNN.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Quarta-feira, 22 de Abril de 2009
Fujiya & Miyagi

Fujiya & Miyagi, dia 24, Sexta-feira, às 22h00, no Grande Auditório da Casa das Artes, Famalicão.

 

Steve Lewis e o parceiro David Best (Fujiya & Miyagi) são o núcleo duro. Matt Hainsby e Lee Adams fecham o plantel.
… “Uma das grandes revelações do Séc. XXI…; … Matéria pop lúdica e escapista, incrivelmente dancável” …

In Ípsilon

São de Brighton, UK e estão juntos há 8 anos. Auto-descrevem-se como uma banda marcadamente influenciada pelos Can ou Neu – Bandeiras do movimento Kraut Rock dos anos 70.
O "New Music Express" tem vindo a acompanhar a banda bem de perto, reiterando-lhe excelentes críticas, quer aos registos, quer ás actuações ao vivo onde se transubstanciam.
Fujyia é uma marca de gira-discos. Miyagi é o simpático (e chato) mestre do blockbuster dos anos 80 – “Karate Kid”. Felizmente, Fujiya & Miyagi nada têm de chatos ou “naif”. Bem pelo contrário, o ritmo é contagiante e sem rotinas.
“Lightbulbs” é o álbum que confirma as expectativas mais optimistas de uma das mais originais e criativas bandas do momento. Por cá, as críticas não poderiam ser melhores.
Para o conceituado semanário "Ípsilon", assinam um dos melhores e mais bem conseguidos álbuns de 2008.
“O humor minimalista das letras mantém-se presente, bem como a transformação do Kraut Rock dos Neu! Em elegância funk apontada à pista de dança...” In Ípsilon.

 

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Terça-feira, 21 de Abril de 2009
Impressões

Exposição de desenho Impressões de Domingos Araújo, na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (Bibliopólis) até dia 30.
 
Horário

3ª a 6ª das 09h00 às 20h00
2ª e Sábados das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 20 de Abril de 2009
SecondDG

SecondDG é um projecto de banda desenhada apresentada pelo próprio autor, Philippe Tina, com uma breve descrição do conceito, do processo criativo e do método de trabalho. Dia 22, quarta-feira, na Centésima Página.

 

SecondDG é uma colecção de breves histórias em banda desenhada que se centram no dia-a-dia de uma turma de alunos de design gráfico, com os problemas e conflitos comuns entre jovens adolescentes.

Esta sessão decorre no âmbito dos Encontros de Design Gráfico, organizados pelo Curso de Design Gráfico da EPB - Escola Profissional de Braga.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Mais sobre este Blog
Pesquisar neste Blog
 
Newsletter

Escreva o seu e-mail:

Distribuido por FeedBurner

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Posts Recentes

Troilo e Créssida no Thea...

Eunice para Crianças

Client na Casa das Artes

Festival Panos

A Naifa no CCVF

...

Exposição 'Bienal na Esco...

...

Carlos Macedo na Casa das...

Semana da Educação na Póv...

Arquivos

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

tags

todas as tags

Contador
blogs SAPO
subscrever feeds