Terça-feira, 30 de Junho de 2009
Caveman no Theatro Circo

Caveman: mim caçar, tu colher. Sexta, dia 03, às 21h30, na sala principal do Theatro Circo.

 

 
“Caveman” é uma comédia sobre as relações entre homens e mulheres, constituindo-se como o espectáculo a solo que mais tempo se manteve em cena na história da Broadway. A adaptação portuguesa deste sucesso de bilheteira escrito por Rob Becker estreou em Janeiro de 2009 no Teatro Armando Cortez e contou com mais de 5000 espectadores. Seguiu para o Porto, onde continuou o sucesso no Rivoli Teatro Municipal. Com encenação de António Pires e interpretação de Jorge Mourato, “Caveman” chega agora ao palco do Theatro Circo de Braga para o encerramento do Mimarte.
Autoria: Rob Becker | Encenação: António Pires | Interpretação: Jorge Mourato | Produção: Ready To Shoot | Tradução: Felipa Mourato | Cenografia: Artur Pinheiro | Figurinos: Isabel Carmona | Desenho de luz: Vasco Letria.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 29 de Junho de 2009
Box Project no CCVF

O “Box Project” é uma plataforma artística de promoção das artes performativas e visuais. De 01 a 11 de Julho no Centro Cultural Vila Flor.

 

 

“Box Project” é o nome do projecto que irá marcar o arranque da programação de Julho no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães. Pensado como uma plataforma artística de promoção das artes performativas e visuais, o “Box Project” desenvolve-se a partir de três áreas de trabalho artístico: a formação académica; workshops de formação em contexto de aprendizagem não formal e em espaços de intervenção/instalação urbana; e o espectáculo artístico profissional.

Como o próprio nome indica, o projecto desenvolve-se à volta do objecto “box” tendo como objectivo abordar o tema das “prisões mentais” - as virtuais (promovidas pelas soluções tecnológicas como os tlm's, SMS, Messenger, Email, Redes Sociais, etc.) a que nos submetemos diariamente e nos subtrai à participação e partilha colectiva; e as sociais, ligadas às tradições, aos costumes e às práticas socialmente definidas e aceites.

Para além disso, este projecto pretende promover a reflexão em torno de áreas consideradas centrais na sociedade contemporânea e para a sociedade contemporânea e que, em alguns casos, representam verdadeiras “jaulas” mentais e sociais das quais não sabemos sair ou, pior, nem sequer identificamos; instigar o público a “think outside the box”, isto é, a pensar fora moldura social e cultural que nos foi imposta; e apelar à revisão das práticas da sociedade contemporânea nas várias esferas da intervenção humana: política, social, cultural, económica, humanitária, etc.

 

Baptizadas de Workboxes, os espaços de formação deste projecto são mais do que um programa de formações. Concebidas como plataformas híbridas e multifuncionais, as Workboxes foram pensadas com uma dupla função: espaços para a realização dos workshops e espaços de experimentação. Entre 01 e 11 de Julho, curiosos, profissionais e indecisos são convidados a participar em 10 dias de formação e produção artística que trazem ao CCVF alguns dos formadores mais multifacetados e inovadores da formação artística contemporânea e onde cada participante terá acesso a workshops que abordam áreas tão diversas como a performance/instalação, a produção de música electrónica, teatro do movimento, dança contemporânea, bailado clássico, composição multidisciplinar, fotografia, cinema, percursão, pintura e escultura. A inscrição no programa pressupõe o acesso a todos os workshops.

 

As Workboxes dirigem-se ao público em geral com mais de 10 anos de idade. As inscrições serão aceites até ao dia 29 de Junho e poderão ser efectuadas no Centro Cultural Vila Flor ou no site do CCVF em www.ccvf.pt através do preenchimento do formulário disponível online.

 

Estes workshops irão decorrer entre dois espaços: o espaço mais convencional de formação que será no Centro Cultural Vila Flor, e um espaço de experimentação - que terá lugar em vários locais da cidade - onde os formadores poderão levar os formandos para trabalho de experimentação e criação. A este conceito juntam-se as Playboxes que serão espaços para apresentação de propostas artísticas por parte dos formadores dos workshops. As Playboxes irão realizar-se à noite, a partir das 22h00, entre os dias 06 e 11 de Julho, em diversos locais na cidade de Guimarães.

 

Do “Box Project” fazem ainda parte dois espectáculos que terão lugar no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor: “A Bruxa Má e as 13 Versões”, no dia 04 de Julho, às 22h00, e “Human Box” que terá lugar no dia 10 de Julho, também às 22h00.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 28 de Junho de 2009
EDge09 – London Contemporary Dance School

EDge09 – London Contemporary Dance School, na Casa das Artes, Famalicão. Dança Contemporânea. Dias 10 e 11, Sexta-feira e Sábado, às 21h30, no Grande Auditório. Gala Final dos Workshops, dia 12, Domingo, às 18h00, no Grande Auditório.

 


Estes espectáculos, com onze bailarinos, têm por base trabalhos da promissora geração de coreógrafos contemporâneos mundiais.
Pelo sétimo ano consecutivo e a convite da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e da Escola de Dança Neuza Rodrigues, a Companhia Dança Contemporânea de Londres - EDge, sedeada no “The Place, apresenta na Casa das Artes, dois espectáculos únicos em Portugal.
Neste contexto, será organizado workshops com a Companhia Inglesa, entre 6 e 12 Julho, para participantes entre os 11 e os 25 anos. As inscrições encontram-se abertas até ao dia 30 de Junho, máximo de 30 participantes, o custo 25 euros. Não é necessário possuir qualquer experiência na área da dança, pois este projecto será baseado na experiência “real e individual de cada formando”. No final, 12 de Julho, será apresentado ao público, juntamente com a companhia inglesa, o resultado dos workshops.
Estará presente, mais uma vez, a artista multimédia Sónia Rodrigues.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sábado, 27 de Junho de 2009
Férias de Verão no CCVF

Neste Verão não fiques em casa, vem passar as tuas férias ao CCVF! De 29 de Junho a 24 Julho, das 09h00 às 18h00, o Serviço Educativo do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, preparou para ti um conjunto de oficinas de artes e actividades lúdicas intitulado “Programa à Descoberta”. Se tens entre 6 e 10 anos vais poder conhecer melhor a tua cidade, descobrir artes e artistas, conhecer ou reencontrar amigos. Em cada semana há um tema; em cada semana há oficinas de artes, visitas, experiências científicas, e muito mais. Todos os dias, entre as 09h00 e as 18h00, o CCVF está disponível para te receber, num espaço para ler, brincar, ver filmes e estar com amigos.

 

 

De 29 de Junho a 03 de Julho as férias no CCVF iniciam com “À Descoberta das ideias”. O que é uma ideia? De onde vêm as ideias? As ideias são como as cerejas? Estas e muitas perguntas vão tomar forma ao longo da semana. Une, com as tuas ideias, artes e ciências, palavras e imagens, e descobre o teu potencial criativo! Este programa inclui filosofia, artes plásticas, escrita, experiências científicas, dança, cinema, visitas à Universidade do Minho e à ESAP em Guimarães. 

Na semana de 06 a 10 de Julho é a vez do programa “À Descoberta das estrelas”. O céu imenso sempre fascinou o Homem. Que mistérios esconde? Vamos à descoberta das estrelas do dia e das estrelas da noite, dos seus mapas, mitos e singularidades. Esta semana inclui filosofia, astronomia, fotografia e música.

Na semana seguinte, de 13 a 17 de Julho deixa-te encantar com “À Descoberta de um lugar para morar”. O meu corpo é uma casa com paredes macias de pele fina. A minha roupa a minha segunda pele. A minha casa, a casa do corpo que eu visto. O mundo a casa da casa. Que espaço ocupo eu? Que forma tem? Como seria a minha casa ideal? Do dentro ao fora, da ideia ao projecto e à construção, descobre um lugar para o teu corpo morar. Esta semana de actividades inclui filosofia, design de moda, artes plásticas, artes de rua e um passeio pelo Centro Histórico da cidade de Guimarães.

Na última semana, de 20 a 24 de Julho, as férias de Verão no CCVF terminam com “À Descoberta de novos mundos”. Alguns homens são visionários e fazem mudar o mundo. Sabias que Leonardo da Vinci foi artista e cientista e que as máquinas que inventou antecipam invenções do século XX? Que as aventuras contadas nos livros de Júlio Verne se aproximam das expedições científicas dos dias de hoje? E o que sabes sobre as viagens de Darwin? Vem descobrir os inventores do nosso presente e inventar o futuro! Esta última semana de actividades no CCVF inclui filosofia, artes plásticas, experiências científicas, escrita e cinema.

As inscrições para as férias de Verão no CCVF serão aceites até uma semana antes de cada oficina e poderão ser efectuadas no Centro Cultural Vila Flor ou no site www.ccvf.pt através do preenchimento do formulário disponível online.

Oficinas para maiores de 11 anos

Também os adolescentes, com mais de 11 anos, poderão aproveitar as férias de Verão no CCVF e participar em duas oficinas muito divertidas.

De 13 a 17 de Julho, das 15h00 às 18h00, vai realizar-se uma Oficina de DJ com Rui Silva aka DJ Tilinhos. Se gostas de música e curtes dançar faz-te ouvir! Aqui o DJ és tu. Nomeado pela 'DanceClub Awards' em 2001 e 2002 na categoria de melhor Dj d'n'b e já com 15 anos carreira, Tilinhos é um incontornável do drum'n'bass nacional. Sempre atento às novas tendências sonoras e excelente auscultador das pistas de dança, as suas escolhas vão num sentido de abertura e fusão do drum'n'bass com outros géneros, nomeadamente o ragga jungle. Toca regularmente com os Djs de drum'n'bass mundial: Rony Size, Andy C, Marky, Hype, ShyFX, Ed Rush, Craze e Mc´s IC3, Darrinson, Dat e outros.

De 20 a 24 de Julho, entre as 10h00 e as 18h00, poderás participar na Oficina de Cinema de Animação. Desenho, Câmara, Acção! Vem experimentar e faz o teu primeiro filme de desenhos animados! Se gostas de cinema e sempre quiseste fazer um filme, aqui tens a tua oportunidade.

As inscrições para a Oficina de DJ e para a Oficina de Cinema de Animação poderão ser efectuadas no Centro Cultural Vila Flor ou no site www.ccvf.pt através do preenchimento do formulário de inscrição disponível online.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sexta-feira, 26 de Junho de 2009
Líder do GNR apresenta álbum a solo no CCVF

Rui Reininho na “Companhia das Índias”, ao vivo, em Guimarães, Sábado, dia 27, às 22h00, no Grande Auditório do Centro Cultural Vila Flor.

 

Rui Reininho, o carismático vocalista dos GNR, sobe ao palco do Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães, este sábado, dia 27, para apresentar ao vivo o seu primeiro álbum a solo - “Companhia das Índias” - lançado em Dezembro do ano passado.

 

Como bom anfitrião, Rui Reininho convidou, desafiou e estimulou um dos mais profícuos encontros de músicos portugueses de primeira linha, cruzando escolas e gerações, do seu antigo parceiro Alexandre Soares a Slimmy, de Rodrigo Leão a New Max (dos Expensive Soul), de Legendary Tiger Man a Margarida Pinto (Coldfinger) e a João Pedro Coimbra (Mesa), reservando um papel especial para o responsável pelo guarda-roupa das canções: Armando Teixeira (também conhecido como Balla). À sua maneira, Reininho chamou a si duas canções de outros tempos e universos: “Bem Bom”, imagem de marca das Doce, e “Faz Parte do Meu Show”, emblema e património do brasileiro Cazuza.

 

Armando Teixeira é produtor, compositor e instrumentista do disco: “Rui Reininho é somente o músico português que mais admiro e o disco dos GNR, «Independança», um dos discos portugueses mais importantes para a minha formação de músico – agora imaginem o que significa para mim produzir o primeiro álbum a solo do Rui. O meu maior desafio como produtor foi dar unidade a um disco cujos temas foram compostos por tantos compositores diferentes. Os textos do Rui foram fundamentais. A sonoridade do álbum, queria-a igualmente coesa. Comecei por aceitar as sugestões dos compositores. O que alterei ou acrescentei serviu para aproximar a canção ao todo ou a alguma ideia que as primeiras audições da maqueta me sugeriram. Os três temas que compus tiveram origens diferentes: «O Estranho Caso do Amante Preguiçoso» é um tema que compus a pensar no Rui e na sua voz, para uma colectânea do Frágil sobre Lisboa. O «Dr. Optimista», inicialmente, não foi composto para o Rui, mas depois de feito não podia ser cantado por mais ninguém. Para mim, acaba por ser o tema que melhor representa o disco. O «Al Faquir» foi a última música a entrar no alinhamento. Senti que fazia falta um tema assim, que poderia ter como título o título do álbum.”

 

Podia ser um filme, este disco. Mas difícil seria arrumá-lo num género: tem drama e comédia, tem acção e aventura, tem diálogos de primeira água, tem uma luz para cada cena, ora natural e crua, ora carregada de filtros e neons. Tem, às vezes, um ambiente de “film-noir”. E até consegue ter pedaços generosos de “biopic”, ou não fosse centrado na vida, nos impulsos e nas ideias do “actor principal”.

 

No palco do Centro Cultural Vila Flor, Rui Reininho vai estar acompanhado por Armando Teixeira (teclados), João Rato (piano e guitarras), Nuno Espírito Santo (baixo) e José Vilão (bateria). A não perder, no dia 27 de Junho, às 22h00, em Guimarães. Os bilhetes encontram-se à venda no Centro Cultural Vila Flor e em www.ccvf.pt.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Quinta-feira, 25 de Junho de 2009
Cabaret Molotov em Famalicão

Cabaret Molotov, Teatro de Marionetas do Porto, dia 28, Domingo, às 21h30, no grande auditório da Casa das Artes de Famalicão:

O circo e as marionetas aproximam-se na poética do voo, as marionetas sem se sujeitarem às leis da gravidade, os artistas de circo desafiando-a. Uma vida aérea intermitente une a marioneta e o trapezista.
Cabaret Molotov é um espectáculo que resulta de um trabalho de experimentação em que tentamos levar o nosso modo de fazer teatro ao encontro de uma certa poética associada ao circo. Também está presente nesta criação uma aproximação ao teatro musical com marionetas, que teve grande expressão na Europa nos meados do século passado.
É pois um cabaret melancólico que se inspira nas nossas memórias, mas iluminado pela nossa visão contemporânea do teatro e do mundo.
Em Cabaret Molotov, deambulam coristas apaixonadas, trapezistas, clowns absurdos, músicos de sete instrumentos, homens-coelho, homens-bala, ursos ciclistas, caniches cantores, dançarinos e bailarinas que dançam ao som de valsas, tangos, polkas, tarantelas e velhas canções de Kurt Weil.
Terá o Cabaret Molotov existido, ou tudo não passará de um lugar inventado por Vladimir, o Russo, para cenário do seu amor à trapezista Matrioska?

Encenação e Cenografia - João Paulo Seara Cardoso
Marionetas - Erika Takeda
Figurinos - Pedro Ribeiro
Coordenação Coreográfica - Isabel Barros
Música - Gotan Project, Eric Satie, Kurt Weil, Robert Miny, Yann Tiersen
Texto da Corista – Pablo Neruda
Desenho de Luz - António Real e Rui Pedro Rodrigues
Produção - Sofia Carvalho
Interpretação - Edgard Fernandes, Sara Henriques, Sérgio Rolo e Shirley Resende(instrumentista)
Operação de Luz e Som - Rui Pedro Rodrigues

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Quarta-feira, 24 de Junho de 2009
Raspa de Tacho

Raspa de Tacho, dia 27, Sábado, às 23h00. Café-Concerto da Casa das Artes de Famalicão.

  

A composição do grupo instrumental Raspa de Tacho reflecte a realidade da presença brasileira em Portugal. Os seus integrantes são músicos brasileiros que vivem e tocam há já longos anos em Lisboa – Gabriel Godoi e Tércio Borges – e também músicos portugueses com grande paixão pelos sons do Brasil – João Vaz e João Fião. O objectivo de todos é contribuir para divulgar um género, o “choro” ou “chorinho”, cujo apelo é irresistível em qualquer lugar do mundo.
O grupo nasceu em 2002, em formato de quinteto e, após algumas entradas e saídas de músicos, aposta actualmente no formato de quarteto, com cavaquinho, saxofone soprano, violão de sete cordas e percussão. Esta formação tem o essencial para soar como um “regional”, que é como se chamam as bandas que tocam choro no Brasil. Choro e não só: como é natural, o samba, o baião, a bossa-nova e outras cores do riquíssimo arco-íris musical brasileiro são convidados para a festa. Os clássicos estão presentes, mas também não faltam os temas originais compostos por membros do grupo. E nem sequer ficam de fora algumas contribuições dos repertórios português e cabo-verdiano; afinal estamos em Lisboa, à entrada do século XXI... 

Tércio Borges – Cavaquinho
João Vaz – Saxofone
Gabriel Godoi – Violão 7 cordas
João Fião – Percussão

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Terça-feira, 23 de Junho de 2009
A Gargalhada de Yorick na Casa das Artes

A Gargalhada de Yorick, dia 27, Sábado, às 21h30 no grande auditório da Casa das Artes de Famalicão.

  

...Um Hamlet, Uma Ofélia, Dois Actores!

Uma deliciosa versão de Hamlet para dois actores – e uma caixa (um caixão?) – que conversam sobre Hamlet e sobre Harry Potter. A memória da peça de Shakespeare acaba por se apoderar deles, enquanto experimentam fazer pequenos trechos do enredo para um público imaginário que, afinal, está lá. E acabam por conversar com o público, reconstituindo a trama da tragédia de Shakespeare. O Espectro, o Actor, Ofélia, Polónio, um Capitão/Cavalo, Horácio, Laertes e Hamlet são as várias personagens que desfilam nesta peça, a que não faltam as máscaras da Commedia dell'Arte, e que tanto provoca lágrimas de riso como de compaixão...

Concepção Geral e Encenação: André Gago
Interpretação: André Gago e Joaquim Nicolau
Figurinos: Ana Borges e André Gago
Desenho de Luz: Tiago Laires
Direcção Técnica: Marinel Matos

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 22 de Junho de 2009
Shout Out Louds na Casa das Artes

Os Shout Out Louds vão estar no dia 26, próxima sexta-feira, às 22h00, no grande auditório da Casa das Artes de Famalicão. 

 

Os Shout Out Louds “nasceram” quando três amigos (Adam Olenius-vocalista, Ted Malmros-baixista e Carl von Arbin-guitarrista) se juntaram em 2001 para fazer uma banda de garagem.
Numa segunda fase, juntaram-se ao colectivo mais dois elementos, um baterista (Eric Edman) e um vocalista/teclista Bebbam Stenborg, tendo a banda começando a produzir temas de forma mais regular e intensiva.
Com um estilo indie rock são visíveis as influências das sonoridades dos anos 80 e 90 de bandas como The Cure e The Smiths.
Com a gravação da primeira demo despertaram a atenção de Filip Wilén o proprietário da editora sueca Sweden´s Bud Fox Recordings, que assinou de imediato com a banda acreditando no seu forte potencial.
A energia da banda e a capacidade demonstrada na criação de canções melódicas esteve presente desde o início o que fez com que conseguissem tournées na Suécia e em toda a Escandinávia.
Em Outubro de 2003 lançaram o seu primeiro álbum “Howl Howl Gaff Gaff” que teve enorme aceitação por parte da crítica e publico Sueco. O ano de 2004 foi dedicado às prestações ao vivo, tendo sido lançados os singles “Please Please Please”, “Very Loud/Wish I Was Dead” e o Ep “Oh Sweetheart”. Este ano trouxe ainda a entrada na Capital Records, editora americana, facto que fez com que a sua música chegasse ainda mais longe, ao outro lado do Atlântico, furando o exigente mercado das terras do Tio Sam. Em Maio de 2005 foi lançada a “versão americana” do tema “Howl Howl Gaff Gaff.
O segundo álbum “Our III Wills” foi lançado em 2007, sendo de destacar o tema “Tonoght i Have To leave It” que foi utilizado pela Optimus numa campanha publicitária.
“Impossible” é actual airplay da banda que roda com toda a insistência nas FM’s de Portugal.
Venham os Shout Out Louds, faça-se festa!

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 21 de Junho de 2009
Verbena de São João no Theatro Circo

Dia 23 de Junho, pelas 20h30, realiza-se no Theatro Circo a Verbena de S. João.

 

A VERBENA do São João 2009, na pretensão de reeditar a tradição que até finais da década de sessenta levava a sociedade Bracarense a festejar o São João, nos salões de Baile da época, pretende criar dois ambientes distintos, um mais formal com o glamur de um Baile de Gala e um outro mais informal a decorrer em espaço exterior, com a pretensão de envolvera juventude e a população em geral.

tags:
Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sábado, 20 de Junho de 2009
O Meu Pai

Contos, Continhas e Outras Histórias – Animação pela Associação TIN.BRA (Teatro Infantil de Braga) do livro O Meu Pai, do Ministério da Educação, às 11h30, dia 27, Sábado, na livraria Centésima Página.

 

 

É uma história sobre a amizade, os amigos imaginados e a sua importância no universo sentimental da criança.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Mais sobre este Blog
Pesquisar neste Blog
 
Newsletter

Escreva o seu e-mail:

Distribuido por FeedBurner

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Posts Recentes

Troilo e Créssida no Thea...

Eunice para Crianças

Client na Casa das Artes

Festival Panos

A Naifa no CCVF

...

Exposição 'Bienal na Esco...

...

Carlos Macedo na Casa das...

Semana da Educação na Póv...

Arquivos

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

tags

todas as tags

Contador
blogs SAPO
subscrever feeds