Domingo, 31 de Janeiro de 2010
Momentos Marcantes Produções Fictícias na FNAC

Está patente na FNAC do Braga Parque, até 05 de Fevereiro, a exposição fotográfica Produções Fictícias, 15 Anos, os Momentos Mais Marcantes.

 

A convite da Fnac, as Produções Fictícias, PF, apresentam, no mês em que encerram as comemorações do seu 15º aniversário, uma série de fotografias que espelham os momentos mais marcantes da sua existência. Através da objectiva de Ricardo Quaresma, conta-se a história do colectivo que revolucionou a escrita de humor e de argumentos em Portugal. O nascimento das PF, a parceria com Herman José, os incontornáveis Gato Fedorento, o sketch da “última ceia” censurado, são algumas das imagens que pode ver.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sábado, 30 de Janeiro de 2010
VII Simpósio Nacional Investigação em Psicologia

A Escola de Psicologia da Universidade do Minho acolhe o VII Simpósio Nacional de Investigação em Psicologia de 04 a 06 de Fevereiro. O VII Simpósio é organizado por docentes e investigadores da Universidade do Minho, sob o auspício da Associação Portuguesa de Psicologia.

 

 
O Simpósio Nacional de Investigação em Psicologia, desde a sua primeira edição, representa um dos momentos mais altos da vida da Associação Portuguesa de Psicologia (APP). Com a sua sétima edição, consagra-se uma vez mais a possibilidade de reunir, ao longo de três dias, psicólogos/as de diferentes áreas de especialidade e contextos institucionais, para partilha de interesses e resultados de investigação em Psicologia, num ambiente de curiosidade e fervilhar de ideias e projectos, que em muito têm contribuído para a visibilidade, troca e desenvolvimento da pesquisa científica no domínio.

Tal como em edições anteriores, o programa deste VII Simpósio inclui, para além de conferências principais, diversos simpósios, sessões de comunicações orais organizadas em painéis temáticos e sessões de posters, com a apresentação de trabalhos teóricos, empíricos e projectos de investigação numa variedade de áreas temáticas actuais, desde as mais transversais, como a avaliação psicológica, e os estudos de género, passando por áreas tradicionais como a psicologia do desenvolvimento, a psicologia social, a psicologia escolar e da educação, a psicologia clínica, a psicologia diferencial, a psicologia vocacional, até áreas de estudo mais recentes, como a psicologia ambiental, a psicologia económica e a psicologia política, entre várias outras.

O objectivo é proporcionar aos investigadores e profissionais de Psicologia, assim como a todos os/as estudantes de graduação e pós-graduação, o estabelecimento de laços, a divulgação e a actualização de perspectivas e conhecimento científicos com relevância para o desenvolvimento da Psicologia, nas suas mais variadas formas e contextos.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010
Ana Moura no Theatro Circo

Leva-me aos Fados. Ana Moura na sala principal do Theatro Circo. Dia 05 de Fevereiro, Sexta-feora, às 21h30.

 
Ana Moura nasceu em Santarém e cresceu num núcleo familiar em que todos cantavam em reuniões e acontecimentos particulares. Cedo desenvolveu gosto por vários estilos musicais, mas o fado foi sempre uma presença constante. No final da sua adolescência, numa festa de Natal, vários fadistas e guitarristas tiveram oportunidade de ouvi-la, entre os quais a Maria da Fé que a convidou para fazer parte do elenco da sua casa de fados, o Sr. Vinho. Esse foi o momento que projectou a sua carreira definitivamente no meio do Fado.
Através do seu trabalho diário no Sr. Vinho, conheceu o compositor e guitarrista Jorge Fernando, músico residente na altura.
Assim, em 2003 é editado o seu primeiro disco “Guarda-me a Vida na Mão” que recebe os mais rasgados elogios dos media e tem grande aceitação por parte do público tanto nacional como no estrangeiro. É por esta altura que Ana Moura começa as suas digressões pelo mundo fora tendo actuado no prestigiado Town Hall, nos Estados Unidos.
“Aconteceu”, o seu segundo disco, é editado em 2004 e trata-se de um duplo trabalho dividido em duas áreas temáticas: - O primeiro disco, a que se chamou «A porta do fado»», aborda o fado clássico e o segundo disco, intitulado «Dentro de casa», debruça-se sobre o fado tradicional. É por esta altura que Ana Moura recebe um convite para actuar no célebre Carnegie Hall, de Nova Iorque, em Fevereiro de 2005, tornando-se assim na primeira cantora portuguesa a actuar na mítica sala nova-iorquina.
Este disco leva-a novamente a grandes digressões no estrangeiro, tendo Ana Moura actuado em vários países europeus como Holanda, França, bem como nos Estados Unidos e na China, tornando-se numa das mais bem sucedidas artistas portuguesas. De tal forma, que em 2005 o seu disco “Aconteceu” foi nomeado para um dos mais prestigiados prémios da World Music – os Edison Awards.
É por esta altura que surge o convite de Tim Ries (saxofonista dos Rolling Stones e que ficou encantado com a voz de Ana Moura através de um disco que encontrou no Japão) para participar no 2º volume da colectânea “The Rolling Stones Project”, um projecto por ele dinamizado. Assim, aproveitando o concerto dos Rolling Stones no Porto, Ana Moura grava dois temas adaptados para fado por Jorge Fernando e Custódio Castelo. Mais tarde, Ana Moura viria a ser surpreendida com um convite dos Stones para subir ao palco do Estádio Alvalade XXI, em Junho deste ano e, perante mais de 30 mil pessoas, cantar com Mick Jagger a sua versão de “No Expectations”. Convite este que surgiu após a ida dos Stones à casa de fados onde Ana Moura usualmente canta. Desta amizade surge a participação de Tim Ries (participação em “A Sós Com a Noite” e a autoria de “Velho Anjo”) naquele que viria a ser o terceiro trabalho de Ana Moura. No final de 2006, Ana Moura começou a gravar o seu terceiro disco de originais, com edição no primeiro semestre de 2007. Em “Para Além da Saudade”, Ana Moura interpreta temas tradicionais, como é o caso do Fado Blanc ou do Fado Azenha mas continua a arriscar em novas letras, músicas e parcerias, cantando poemas de Fausto (Nascidos do mar), Amélia Muge (o Fado da Procura) ou Nuno Miguel Guedes (Mapa do coração) mas também, e uma vez mais, de Jorge Fernando, produtor musical do disco e autor/compositor de alguns dos temas.
Depois do sucesso do lançamento deste seu terceiro disco, Ana Moura percorreu o país de lés a lés, sendo de destacar os concertos na Casa da Música, em Câmara de Lobos na Madeira, em Coruche, a sua terra natal, no Castelo de São Jorge, a participação no concerto dos Rolling Stones no Estádio de Alvalade, entre outros, e que culminou com a apresentação de “Para Além da Saudade” no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém, em Outubro. Mas não foi só Portugal que teve oportunidade de ouvir ao vivo temas como “Os Búzios” ou “O Fado da Procura”, Ana Moura também se apresentou na Alemanha, Holanda, Itália, Japão e República Checa.
O ano de 2008 começa com uma tournée europeia que passa pela Holanda, Bélgica, França, Alemanha e Espanha, seguindo-se alguns concertos em Portugal. Entretanto é lhe atribuído o galardão de Disco de Platina, referente e a 20 mil discos vendidos.
Mas o sucesso de Ana Moura não passa despercebido também em Portugal. Em Maio é distinguida com o Prémio Amália para Melhor Intérprete 2007, atribuído pela Fundação Amália Rodrigues.
Em Junho de 2008, a fadista apresenta-se pela primeira vez naquelas que são duas das mais especiais e míticas salas do país: o Coliseu do Porto e o Coliseu dos Recreios em Lisboa, em duas noites, consideradas pelo público e pela crítica, memoráveis. A seu lado Ana Moura teve duas convidadas muito especiais: Beatriz da Conceição e Maria da Fé, dois nomes incontornáveis na história do Fado. A partilhar esta noite especial, esteve também Jorge Fernando, produtor musical e cúmplice da fadista.
Entretanto, Ana Moura continua a levar o seu “Para Além da Saudade” aos mais variados palcos nacionais, tendo passado inclusive pela Ilha da Madeira. Em Setembro é-lhe atribuído o galardão de Dupla Platina, um facto inédito na sua carreira.
Em Outubro de 2009 é editado o seu quarto álbum de estúdio “Leva-me aos Fados”, que conta com uma lista de participações de luxo de onde se destacam José Mário Branco, Gaiteiros de Lisboa, Manuela de Freitas, Amélia Muge e Tózé Brito.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010
O Peixinho que descobriu o Mar

Dia 30, Sábado, às 11h30, na Centésima Página, e animado pela Associação TIN.BRA (Teatro Infantil de Braga), apresenta-se o conto O Peixinho que descobriu o Mar, de José Eduardo Agualusa, ilustrado por Henrique Cayatte, do livro Estranhões & Bizarrocos. 

Esta História começa assim: “Cristóbal nasceu num aquário.” E, esta história acaba assim: ”Longe dali, Verónica, a gata, pensava em Cristóbal. A partir daquela data ela nunca mais foi capaz de comer peixe. Coitada, Hoje, só come vegetais.”

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010
Exposição de Manuel Caeiro no Centro Cultural Vila Flor

Exposição de Manuel Caeiro no Centro Cultural Vila Flor até 28 de Março. Como muitos pintores contemporâneos, Manuel Caeiro questiona a pintura através da repetição das formas.
 

Cada esboço insiste na concretização de uma ideia, e a sua multiplicação, a sua sequência, origina o ritmo definitivo. Manuel Caeiro trabalha o detalhe – modular -  como desencadeador de cada nova imagem, e fá-lo sempre partindo da memória ou da recordação da imagem construída, procurando uma nova ordem. A sua estratégia é a do desdobramento ou propagação da realidade reconstruída e, portanto, fictícia, e que tem a sua origem no mais tradicional dos meios - a pintura - o que mais carga histórica possui e que, ao mesmo tempo, aparentemente, processa uma ideia de contemporaneidade mais débil, e mais questionada, sendo contínuo motivo de debate sobre o seu estado anímico”. David Barro, in Manuel Caeiro, “Welcome to my Loft”.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010
Samuel Úria na Casa das Artes

Samuel Úria sobe a palco da Casa das Artes de Famalicão dia 30, sexta-feira, às 23h00.

 

“Samuel Úria” é o nome artístico de Samuel Úria. A lenda em torno de si conta que naseu e cresceu entre uma pequena cidade da Beira Alta e um par de canais públicos de televisão. Talvez devido a essa sobre-exposição televisiva lhe tenham ficado, por estigma, duas distintas marcas julio-isidricas: um considerável nariz e a fanfarronice por ter lançado a carreira musical de um jovem; nome artístico Samuel Úria.

Nómada – praticante mas não afecto – Úria viveu nos últimos anos por Coimbra, Leiria, Figueira da Foz ou Évora, cidades que de bom grado lhe acolheram a inspiração. É, contudo, a eterna Tondela natal que lhe está presente na voz e nas canções: o humor castiço, a loquaz despreocupação, os blues campesinos, o grande espaço dos pequenos sítios.

Na FlorCaveira desde a sua alvorada, o trajecto musical de Úria passa pelos discos e concertos em nome próprio, pelo punk-rock vintage das “Velhas Glórias” e pelas filarmonias de “Os Ninivitas”.

O que cantaria, com justeza, a Ana Faria se a métrica lho permitisse? Já lá vamos.

Pelos salmos de Samuel Úria andam os trovadores vaqueiros e os lendários crime-fighters do cançonetismo português; andam heroínas de ficção científica a passear por cemitérios índios; anda o Dean Martin sóbrio com a lira do Rei David. A amálgama fica harmoniosa. É de consciência tranquila se pode então fazer o revisionismo dos “Queijinhos-frescos”: “O Samuel, o Samuel quer ser cowboy, ou então, ou então super-herói”.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010
Maria Anadon no Centro Cultural Vila Flor

Maria Anadon é uma das melhores intérpretes de jazz da actualidade.  Dia 30, às 24h00, no Centro Cultural Vila Flor.
 

 
Aplaudida pela sua criatividade e intuição musical, que lhe conferem uma capacidade de interpretação excepcional, a cantora já actuou um pouco por todo o mundo, dos Estados Unidos ao Japão. Nos seus espectáculos, a sensualidade, doçura e sofisticação alinham-se numa harmonia perfeita, num misto de elegância e provocação.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 24 de Janeiro de 2010
PortoTango na Casa das Artes

PortoTango, dia 30, Sábado, às 21h30, no grande auditório da Casa das Artes, Famalicão.

 


Constituído por Manuel Vidal (voz), David Lloyd (violino), José Parra (piano), Óscar Flecha (guitarra), Jaroslav Mikus (violoncelo) e Jorge Silva (baixo), com dois pares de Dançarinos Fernando Jorge /Alexandra e Juan Capriotti/Graciana Romeo, este grupo estreou-se em Março de 2001 em Torre de Moncorvo, terra dos antepassados do poeta Jorge Luís Borges, com o espectáculo “100 anos de tango”, promovido pelo Clube Tango do Porto.

Desde então tem actuado regularmente em todo o país. São de sublinhar os concertos no Teatro Sá da Bandeira e no Coliseu do Porto (onde encerraram o I Festival de Tango do Porto), em Coimbra Capital da Cultura e no Festival Internacional de Guitarra de Santo Tirso.

O PortoTango interpreta alguns dos mais representativos tangos da Guardia vieja até as novas expressões do pulsar porteño.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sábado, 23 de Janeiro de 2010
Clara Andermatt no Centro Cultural Vila Flor

Depois da estreia na Culturgest, em Lisboa, Clara Andermatt apresenta no Centro Cultural Vila Flor o seu primeiro espectáculo a solo, dia 30, às 22h00. 
 

 
No decurso de uma carreira produtiva e multifacetada abarcando várias escalas, vários espaços e vários elencos – da grande produção às criações intimistas, do teatro convencional ao espectáculo de rua, dos profissionais de várias disciplinas aos trabalhos com a comunidade – Clara Andermatt surge agora como autora e intérprete do seu primeiro solo. Colabora na concepção e dramaturgia desta peça o actor e encenador nova-iorquino, Robert Castle a quem se juntou mais tarde a actriz e encenadora Alejandra Orozco. Estas colaborações surgem da vontade da coreógrafa em aprofundar e expandir o trabalho de personagem para novos territórios conceptuais e performativos, dando continuidade à prática de experimentação e ao cruzamento da dança com outras expressões artísticas, tendências que caracterizam o seu trabalho.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010
Cratera, as Crianças com Segredos no Theatro Circo

Cratera, as Crianças com Segredos na sala principal do Theatro Circo, dias 29 e 30, às 21h30.
 

A mulher, como belo sexo, suporta também a condenação de o ser, suscitando os mais extremos desejos do homem, por vezes ao limite das coisas, ao limite da morte. O mundo persiste falocrático e a mulher prossegue como adorada e menosprezada ao mesmo tempo. “Cratera, As Crianças com Segredos”, propõe uma maneira mais difícil de ver uma mulher. Propõe que ela seja vista através de um homem, um actor que, nada disfarçando-se, é Beatriz, a irmã de um estranho Miguel que, na ausência dos pais, toma as rédeas da família que resta. Miguel diz à irmã que os homens sempre olham para as mulheres como se estas estivessem nuas, e Beatriz pensa que melhor seria se fosse também um homem para poder sair livremente à rua, sem perigo. Mas o perigo, aqui, vem de quem se espera cuidado, vem dessa louca e complexa componente do amor, a posse, que, degenerando, facilmente chega ao grotesco e ao desumano. Esta mulher, que somos obrigados a ver através do corpo de um homem e, por isso, nos custa despir, é uma manifestação simples do desespero de se ser aprisionado por um desejo desequilibrado. É uma mulher no mundo de um homem, como se a existência, em si mesma, fosse domínio dos homens e a eles apenas devesse prestar contas.
Texto: valter hugo mãe | Encenação, cenografia e figurinos: Ana Luena | Música: Rui Lima e Sérgio Martins | Desenho de luz: Rui Monteiro | Intérpretes: Carlos António, Pedro Mendonça e Sílvia Silva | Direcção de produção: Susana Lamarão.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010
Contos em Viagem Brasil na Casa das Artes

Contos em Viagem Brasil – Outras Rotas. Teatro no grande auditório da Casa das Artes de Famalicão, dia 29, Sexta-feira, às 21h30.

 

Brasil, território imenso e grandioso, feito de paisagens plurais, múltiplas especificidades e uma magnificente produção literária.

Desenhámos uma rota prévia, escolhendo viajar através de lugares que têm mais perto ou mais longe o Rio S. Francisco ou, como popularmente é chamado, o Velho Chico. Este Rio atravessa cinco Estados – Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe – e foi da produção literária dos autores que nasceram nestes lugares, que organizámos a Outra Viagem: a das palavras.

Nessa viagem pelos textos, o pressuposto é sempre sermos levados pela poética das estórias, da geografia dos lugares, pelas diferentes tipologias da sua gente, por diferentes sensibilidades, permitindo que cada espectador redesenhe a sua própria viagem, num encontro com paisagens desconhecidas que possam ser reconfiguradas na sua rede de símbolos, actualizando-as no lugar e no tempo de cada um.

Uma actriz e um músico serão os nossos guias. Através do corpo, da voz, da ambiência sonora e de signos cénicos tão abstractos como abertos, seremos conduzidos do rio ao morro, do morro ao lugarejo, onde encontraremos personagens e lugares que habitam o outro lado do Atlântico, com quem partilhamos tantos afectos e o património comum que é o de falarmos a Língua Portuguesa. 

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Mais sobre este Blog
Pesquisar neste Blog
 
Newsletter

Escreva o seu e-mail:

Distribuido por FeedBurner

Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Posts Recentes

Troilo e Créssida no Thea...

Eunice para Crianças

Client na Casa das Artes

Festival Panos

A Naifa no CCVF

...

Exposição 'Bienal na Esco...

...

Carlos Macedo na Casa das...

Semana da Educação na Póv...

Arquivos

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

tags

todas as tags

Contador
blogs SAPO
subscrever feeds