Quarta-feira, 20 de Maio de 2009
A Vida Secreta das Mães

Contos, Continhas e Outras Histórias. Dia 23, Sábado, às 11h30, na Livraria Centésima Página. Animação pela Associação TIN.BRA (Teatro Infantil de Braga) do livro A vida Secreta das Mães, de Beatrice Masini, e ilustrações de Alina Marais, da Editora Livros Horizonte.

 

O mistério adensa-se! Afinal de contas, as mães, além das suas profissões: enfermeiras, secretárias, professoras, ainda têm uma vida secreta? Do que estás à espera para desvendar o mistério?

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Terça-feira, 19 de Maio de 2009
Luz e Cor

Luz e Cor. Exposição de pintura de Maria Teresa Brandão. Até 05 de Junho, na Casa Nossas Mãos.
 

Exposição de pintura da autora Maria Teresa Brandão, patente de 8 de Maio a 5 de Junho na Casa As Nossas Mãos.
Trata-se da primeira exposição individual da artista. A mostra é organizada pelo Patamar D'Imagens.

tags:
Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 18 de Maio de 2009
Exposição de Conceição Alexandre na Pousada de São Vicente

Até 31 de Maio, a Pousada de S. Vicente apresenta uma exposição de pintura de Conceição Alexandre. 
 


Horário

Terça-feira a Domingo das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

tags:
Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 17 de Maio de 2009
Alela Diane em Famalicão

Alela Diane, dia 22, Sexta-feira, às 22h00, no grande auditório da Casa das Artes, Vila Nova de Famalicão.

 

 
Originária do Nevada, Estados Unidos, Alela Diane é uma trovadora do nosso tempo.
Ainda muito jovem, canta e compõe com a maturidade e intencionalidade das grandes canta autoras da música popular norte-americana.
Na sua voz firme e bela, consegue-se sentir a ruralidade da América profunda, mas sem melancolia nem apego pelo passado. Antes com o fascínio dos lugares visitados e dos momentos perdidos. Nas melodias de Alela Diane encontramos imagens de uma infância feliz. De uma juventude irrequieta e apaixonada. Aqui e ali sente-se uma pequena frustração, característica talvez, de quem viveu longe da urbanidade das grandes cidades cosmopolitas.
O internacionalmente aclamado álbum estreia – “The Pirate’s Gospel” é um embriagante registo Folk com melodias simples e belas, recheado de palavras romantizadas e acordes anestesiantes.
“The Pirate’s Gospel” é um álbum místico. A crítica nacional especializada foi unânime em reconhece-lo como um enorme disco de influências predominantemente Folk, mas com a modernidade de uma artista genuína e intemporalmente transparente.
O tão aguardado novo álbum “To Be Still” (já disponível no mercado nacional), carregava a responsabilidade de pelo menos não desiludir. Quando se esperava um álbum tímido e nervoso (Já que o primeiro havia elevado tão alta a fasquia, não deixando por isso margem para errar), Alela volta a surpreender com um registo que transcende “The Pirate’s Gospel”.
“To Be Still” é uma obra notável. É um álbum de canções delicadas. Ao mesmo tempo com músculo. As influências da Folk ganham uma outra vida, renovada e colorida. Há um crescimento na voz de Alela muitas vezes num registo mais neurótico, mas perfumado e uma preocupação mais denotada nas orquestrações e estrutura das canções.
“To Be Still” é a confirmação de Alela Diane como uma das maiores canta autores da actualidade e da música popular norte-americana. Talvez menos esotérico do que “The Pirate’s Gospel”, mas seguramente mais adulto e trabalhado. Neste álbum sente-se uma artista mais segura de si própria e liberta de alguns fantasmas do passado com uma vontade enorme de viver o futuro e descobrir novos caminhos da América bucólica.
Alela Diane é uma artista com “berço”. Criou como que por artes mágicas um link invisível entre o passado e o futuro da música popular de raízes americanas.
O palco da Casa das Artes será certamente pequeno para tantas histórias desta menina que um dia deixou a sua terra natal á procura de uma grande paixão.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sábado, 16 de Maio de 2009
Livros no Museu

Livros no Museu - Arqueologia e Património, a partir do dia 16 de Maio, na Centésima Página.

 

Mostra-venda de livros, revistas e materiais lúdico-pedagógicos relacionados com a temática da Arqueologia e Património. Publicações para todas as idades, de carácter lúdico, científico e de divulgação. Especial destaque para a época romana e para a região de Braga, uma organização conjunta do Grupo de Amigos do Museu D. Diogo de Sousa e Livraria Centésima Página.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Sexta-feira, 15 de Maio de 2009
A Queda da Maçã e a Dúvida de Newton

A Queda da Maçã e a Dúvida de Newton, até dia 20. Pintura de Inês Pulido na Velha-a-branca, estaleiro cultural.

 

 

Uma maçã bateu na cabeça de Newton, quando este se encontrava sentado em baixo de uma macieira, o impacto fez com que ele ficasse ciente da força da gravidade. Comeu a maçã e passou o resto da vida a calcular órbitas de planetas segundo o conceito de “gravitação universal”.

INÊS PULIDO tem 16 anos, e depois de oito a tentar aprender a pintar, e de já ter exposto diversas “maçãs”, passa tardes em gravitação. Talvez um dia encontre a órbita das cores celestiais e pinte as ideias ao Newton.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Quinta-feira, 14 de Maio de 2009
Yoga e Yoga do Riso

Yoga e Yoga do Riso - um denominador incomum, dia 15 de Maio, Sexta-feira, às18h30, na Centésima Página.


Yoga e Yoga do Riso - um denominador incomum, uma conversa informal com Ana Taboada (Yoga Integral) e Paulo Morais (Yoga do Riso), moderada por Dalila Monteiro.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Quarta-feira, 13 de Maio de 2009
VI Conferência Internacional de TIC na Educação

VI Conferência Internacional de TIC na Educação  , organizada pelo Centro de Competência da Universidade do Minho. Quinta e Sexta-feira, dias 14 e 15, na Universidade do Minho.

   
 

 
A VI Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, Challenges 2009 assinala o 10º aniversário da iniciativa organizada pelo Centro de Competência da Universidade do Minho. A próxima edição será dedicada ao tema a Aprendizagem (In)Formal na Web Social e terá lugar nos dias 14 e 15 de Maio de 2009, no Campus de Gualtar, Braga.

Publicado bragadistrito às 10:33
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Terça-feira, 12 de Maio de 2009
Dança... Circunferência

Circunferência, espectáculo de dança, dias 16 e 17 de Maio, Sábado, às 21h30 e, Domingo, às 18h00, no grande auditório da Casa das Artes, Vila Nova Famalicão.

 

 
Circunferência é mais um espectáculo criado com a imaginação como limite…
Teve como ideia inicial o Circo, a vida no mesmo, daqueles que lá vivem diariamente, os bastidores do espectáculo.
Com toda a magia que envolve o circo e imaginação também foi concebido este trabalho coreográfico que envolveu todos os alunos, professores e criadores da Escola de Dança Neuza Rodrigues.
É um espectáculo livre, com vontade própria que se desenrola com muita criatividade e magia.
Circunferência é um momento de partilha e comunhão de ideias mas também de muita alegria e diversão.
Juntem-se à dança e deixem-se levar pela magia deste Espectáculo.
Divirtam-se! Sonhar é viver!

Neuza Rodrigues 

Directora da Escola de Dança

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009
Trio de Jazz de Mário Franco e Sérgio Pelágio

Trio de Jazz de Mário Franco e Sérgio Pelágio, dia 16, Sábado, às 23h00. Café-concerto na Casa das Artes, Vila Nova de Famalicão.

 
Este grupo marca o reencontro entre Mário Franco e Sérgio Pelágio, dois músicos e amigos que começaram a tocar juntos na década de oitenta sob a influência do "som" ECM (editora discográfica alemã dirigida por Manfred Eicher), atraídos pelas novas direcções que esse som propunha ao nível da composição e da execução (e até da captação sonora), onde se cruzava o jazz feito por músicos norte americanos com o jazz feito por músicos europeus, a música clássica e o rock.
Foi um período a tal ponto marcante na linguagem destes dois músicos que, depois de um longo intervalo, foi muito natural e fácil voltarem a juntar-se para continuar o que tinham começado, agora com a colaboração do jovem baterista Pedro Segundo.
O  guitarrista Sérgio Pelágio consagrou-se como compositor de cena e  co-criador de espectáculos como "Casio Tone", "Subtone" e "Tritone",  juntamente com a coreógrafa Sílvia Real. Já o contrabaixista Mário Franco  iniciou uma carreira a solo que tem sido elogiada dentro e fora de portas  e merecido o envolvimento de músicos com o brilho de David Binney e Jesse  Chandler. Se nos anos de  arranque desta parceria a influência era, muito obviamente, a do "som ECM"  numa mistura de jazz, música clássica e rock próxima da etiqueta  discográfica alemã, hoje partem de onde ficaram para ir mais longe, tão  longe quanto acharem que faz sentido agora com a colaboração do jovem baterista Pedro  Segundo.

Mário Franco: contrabaixo

Sérgio Pelágio: guitarra eléctrica

Pedro Segundo ou André Sousa Machado: bateria

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Domingo, 10 de Maio de 2009
Tambores da Noite

Obra de juventude de Bertolt Brecht, “Tambores na Noite” foi a segunda peça escrita pelo autor e a primeira a conhecer o palco. Sábado, dia 16, às 22h00, sobe a cena pelo Teatro Nacional de São João no Centro Cultural Vila Flor, em Guimarães.

 
 

 
Afrontando o sentimentalismo, os ideais políticos e as boas intenções filantrópicas, “Tambores na Noite” exibe – contra o pano de fundo da Revolução Espartaquista na Alemanha do início do século XX – o esplendor de um herói… disfuncional, ou humano, demasiado humano: Andreas Kragler, proletário que, no regresso da frente de combate e do cativeiro em África, hesita entre a rua e a casa, a bandeira e a cama, a revolução e a noiva. Encenada por Nuno Carinhas, “Tambores na Noite” dá livre curso à força criativa da escrita do jovem Brecht, explorando os diferentes ritmos e os registos contraditórios de uma obra que subverte os modelos teatrais da época.

Publicado bragadistrito às 08:00
Link do Post | Comentar | Adicionar aos Favoritos
Mais sobre este Blog
Pesquisar neste Blog
 
Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Posts Recentes

Troilo e Créssida no Thea...

Eunice para Crianças

Client na Casa das Artes

Festival Panos

A Naifa no CCVF

...

Exposição 'Bienal na Esco...

...

Carlos Macedo na Casa das...

Semana da Educação na Póv...

Arquivos

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub